Disputando o mercado sem choro nem vela
O que o consumidor espera do futuro?
Quais as estratégias mais eficientes?
O que mudou? Aumentou a exigência? Como ele se comporta?

Dica 10:
Qual é a postura do bom vendedor na hora do atendimento ao cliente?


- Enfrentando a crise sem choro nem vela

Existem regras para a postura do atendimento ao cliente. Nas Pesquisas de Mercado, entre as razões que os entrevistados apontam para não comprarem numa determinada loja aparece em primeiro lugar o mau atendimento, seguido pela reclamação de que os vendedores ficam em cima dos clientes. O percentual das queixas sobre o mau atendimento em determinados tipos de lojas é tão importante que supera as queixas sobre a baixa qualidade dos produtos, os preços altos etc.

As pesquisas apontam que o melhor vendedor é aquele que aborda o cliente e diz que se precisar é só chamar etc. Ou seja, não faz pressão para vender imediatamente mas também não deixa de criar uma atmosfera de apoio e atenção ao cliente.

Claro que as clientes reclamam principalmente da abordagem, mas depois que o cliente solicita ajuda, caberá ao vendedor fazer a diferença entre uma loja e a outra. Naquele momento, grande parte do esforço de marketing poderá ser desperdiçado se o vendedor não tiver um bom conhecimento sobre o produto que está vendendo e a melhor forma de satisfazer a necessidade do cliente. Algumas pesquisas indicam que determinados consumidores estão predispostos a comprar mais e, nesses casos, a influência de um bom vendedor pode ajudar a aumentar a quantidade e o valor dos itens comprados.


Continue lendo: - Como enfrentar a crise sem choro nem vela!


Leia outros artigos de Carlos Martins



© 1997-2021
www.carlosmartins.com.br  
Compartilhe / Ajude a divulgar o site