Disputando o mercado sem choro nem vela
O que o consumidor espera do futuro?
Quais as estratégias mais eficientes?
O que mudou? Aumentou a exigência? Como ele se comporta?

Dica 6:
O que o consumidor espera de uma empresa?


- Enfrentando a crise sem choro nem vela

O consumidor está cada vez mais segmentado e é necessário agrupar os diversos tipos para não falhar na análise. Você pode agrupar os consumidores em função de estilos diferentes, mas sempre será possível agrupar em função de características de comportamento em função da idade, classe social, ocupação etc.

Pesquisas de Mercado demonstram que os grupos de consumidores possuem expectativas e desejos diferentes em relação às marcas, mas em geral o momento da compra é influenciado por motivações que incluem a necessidade de resolver problemas, melhorar autoestima, lazer, economia, entretenimento, status e outros sentimentos humanos. O psicólogo americano Abraham Maslow (1908-1970) propôs uma hierarquia de necessidades baseada em fatores como a realização pessoal, autoestima, amor/relacionamento, segurança e necessidades fisiológicas.

A vitrine e as lojas de comércio são os lugares preferidos por boa parte da população na hora de buscar informações sobre os últimos lançamentos, seguidos pela propaganda e pesquisas na internet. Dependendo de alguns nichos de consumidores, como por exemplo vestuário e moda, as revistas especializadas costumam ser citadas como boas fontes de informação e influência. Na hora de escolher uma empresa, quando os produtos ou serviços estão relacionados com questões pessoais ou tecnológicas, os consumidores valorizam o atendimento da empresa e a assistência técnica.


Continue lendo: - Como enfrentar a crise sem choro nem vela!


Leia outros artigos de Carlos Martins



© 1997-2021
www.carlosmartins.com.br  
Compartilhe / Ajude a divulgar o site