Curtir no Facebook

Barra de rolagem congela no Chrome ou no Safari? Use a seta do seu teclado ou a roda do seu mouse.

   Conquiste clientes e venda mais, pagando menos que o preço de um sorvete! Clique aqui.

Busca  | Mapa |  Indique o site

.

,

CONSULTOR CARLOS MARTINS
CONSULTORIA DE MARKETING - PROMOÇÃO DE VENDAS


 

 

  • Mercado Profissional
    .
  • Jornalista
    • O que fazem
      • Jornalistas são profissionais que colhem notícias nas mais variadas áreas e as transmitem ao público através de meios de comunicação como jornais, revistas, televisão e rádio. Mantêm o público informado sobre todos os acontecimentos de interesse coletivo, como os rumos da economia e da política do país e do mundo, as novidades na ciência, nos esportes, na televisão e nas artes, o comportamento de grupos sociais, o dia-a-dia nas cidades. São várias as funções exercidas pelos jornalistas: pauteiro, repórter, chefe de reportagem, editor, redator, assessor de imprensa ou de comunicação social (de órgãos públicos, sindicatos e empresas) e divulgador.
    • Com quem trabalham
      • Outros jornalistas, gráficos, assessores de comunicação social, divulgadores, publicitários.
    • Características Pessoais
      • Capacidade de comunicação; capacidade de síntese; criatividade; curiosidade; desembaraço; espírito de investigação; facilidade de expressão; gosto pela pesquisa; habilidade para escrever; habilidade para trabalhar em equipe; iniciativa; interesse em adquirir conhecimento em diversas áreas; interesse por formas variadas de comunicação; objetividade; sociabilidade. Para rádio e televisão: boa dicção; raciocínio rápido; capacidade de improviso; capacidade de pensar e agir sob pressão. Para televisão: boa aparência.
    • Carga Horária
      • Variável: mínimo de cinco horas, podendo chegar, com freqüência, a 12 horas de trabalho nos grandes jornais.
    • Remuneração*
      • O salário do profissional de jornalismo depende da empresa onde trabalha e de sua projeção pessoal. É um mercado que valoriza o profissional ousado e que se destaca, e, portanto, as diferenças salariais podem ser muito grandes. Empresas de grande porte — principalmente as que têm sede no Rio de Janeiro e em São Paulo — têm planos de cargos e salários reduzindo a ocorrência de tal discrepância. O salário inicial médio para os profissionais de jornalismo é de cerca de R$900. Dependendo do porte da empresa, editores podem receber de R$3.000 a R$30.000 (editor-chefe), no Rio, em São Paulo e em Brasília. Nos outros estados, os salários são bem mais baixos e só ganham melhor os profissionais que trabalham nas sucursais de grandes jornais, revistas ou televisões. Nas grandes redes de televisão, repórteres iniciantes recebem de R$1.800 a R$2.000. Os repórteres especiais podem ganhar em torno de R$10.000, mais vantagens como carro, aluguel de apartamento e uma viagem internacional por ano. Assessores de imprensa trabalham normalmente como prestadores de serviços e os contratos variam muito. O pagamento pode ser feito por tarefa, por mês, por um determinado período de tempo. Assessores de imprensa de executivos importantes ou de políticos do primeiro escalão têm salários que ultrapassam os R$8.000. Segundo um estudo feito pelo Departamento Econômico do Sindicato dos Jornalistas no Estado de São Paulo, a remuneração média dos jornalistas é de 18 salários-mínimos nas emissoras de televisão; sete salários-mínimos nas emissoras de rádio; 20 nas agências de notícias; 15 em jornais impressos; 24 em revistas; e 11 em atividades extra-redação.
    • Mercado*
      • Saturado

 

*obs. base junho,2000.

Fonte: Guia de Profissões (FAT - Amparo ao Trabalhador; Ministério do Trabalho e Emprego; Governo Federal; Oriente-se Editora Educacional); O Globo; Jornal do Brasil; Gazeta Mercantil; O Estado de São Paulo; Folha de São Paulo; Isto É; Época; Exame; Veja.

Obs. Esta página tem caráter meramente informativo e foi preparado com base em informações públicas disponíveis nas fontes disponíveis acima, indicadas em boa-fé. O Consultor Carlos Martins não pode ser responsabilizado por decisões tomadas com base nestas informações.


.

x


.

.

.

.